quinta-feira, 28 de julho de 2016

Orientações Sobre O Programa Escola de Caráter - Professores e Alunos da Rede Pública Municipal de Educação de Laurentino, SC.


Professor Guilherme Guimbala Falando Sobre O Programa Escola de Caráter Para Professoras e Professores da Educação Infantil da Rede Municipal de Laurentino, SC



Dinâmica de Confraternização Conduzida Pelo Professor Guilherme Guimbala




Professor Jorge Schemes Falando Sobre Valores No Contexto da Mediação de Conflitos Para Professoras e Professores da Educação Infantil do Município de Laurentino, SC.



Professor Jorge Schemes Palestrando Sobre O Programa Escola de Caráter aos Alunos e Alunas do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Ensino de Laurentino, SC









terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

RELATÓRIO DE ATIVIDADES: ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA BARÃO DE ANTONINA

ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA BARÃO DE ANTONINA

EQUIPE: BARÃO ESCOLA DO CARÁTER
COMPONENTES: ADRIANA K MACHADO, ODILA, SANDRELI, SANDRA, CLAUDETE, JAMES, MARA, RAQUEL, OVANDE, VIVIANE

TRABALHO: JOGO DE TABULEIRO GENTILEZA X BULLYING/ PILARES DO CARÁTER

1º definir tema a ser trabalhado em sala de aula;
2º formular questões relacionadas ao tema e explorar as definições dos “Pilares do Caráter”para elaborar o jogo de tabuleiro;
3º com o jogo de tabuleiro verificar a absorção dos conhecimentos fornecidos, através da ludicidade. Também é um instrumento avaliativo para alunos e professores.


1º- BULLYING
1.1 – Verbos que Caracterizam Ações do Bullying ( material de apoio- ver anexo)
Objetivo: * minimizar atitudes de desrespeito mútuo no ambiente escolar, através do diálogo entre professor e aluno;
* observar a compreensão dos alunos através da ludicidade relacionada ao tema Bullying;
* explorar atividade interdisciplinar com Língua Portuguesa (verbos), Filosofia e Sociologia (valores, cidadania);
* verificar a possibilidade de mudança comportamental dos alunos no cotidiano escolar.


1.2- PILARES DO CARÁTER (material de apoio- ver anexos)
Objetivo: * inserir junto ao jogo os “Pilares do Caráter”;
* transmitir o conhecimento e definição sobre cada um dos elementos que compõem os “Pilares do Caráter”;
* identificar as definições dos “Pilares do Caráter” nas situações do Jogo de Tabuleiro.

2º – METODOLOGIA DO JOGO DE TABULEIRO

Primeiramente, os alunos se apropriam do conhecimento do “Pilares do Caráter” e dos tipos de Bullying através do professor com seu material de apoio.
Feito isto, será entregue para as equipes o jogo de tabuleiro e o material do jogo.
Material de jogo: 1 tabuleiro, 1 dado, 4 peões e 10 pilares para o mediador.
Cada equipe será composta por 5 participantes, sendo 4 jogadores e 1 mediador. O mediador irá conduzir o jogo com questões que identifiquem o significado de cada pilar dentro da situação de jogo, questionando o jogador “ em que pilar esta situação é classificada”, se responder corretamente ganha um pilar.
Para dar início, será com o jogo de dado. O participante que obter o número maior iniciará e assim sucessivamente. Em caso de empate o procedimento será o mesmo, disputa pelo maior número na segunda jogada.
Vencedores: o aluno que conquistar a chegada e o aluno que possuiu o maior número de pilares.

3º -JOGO DE TABULEIRO

JOGO: GENTILEZA X BULLYING / PILARES DO CARATER



Conteúdo: Bullying x Gentileza e “Pilares do Caráter” na escola e no cotidiano dos alunos.

Número de participantes: até 4 alunos jogadores e 1 mediador.

Materiais: peões, dado, tabuleiro e peões. Confeccionar tabuleiros segundo o número de alunos que será trabalhado e de pilares para o mediador utilizar, tornando assim o jogo mais dinâmico.
Atividade: Jogo de tabuleiro convencional já conhecido porém a medida que os alunos andam pelas casas há informações sobre Bullyng e atitudes gentis.
As atitudes sobre Bullying o jogador irá retroceder casas e as informações sobre atitudes gentis que por sua vez podem avançar casas, em ambos retrocedem ou avançam casas conforme o valor do dado jogado. O mediador em um determinado momento do jogo questionará o jogador para identificar a atitude ( de bullying ou gentil) conforme o conhecimento adquirido sobre os “pilares do caráter”.
Vencedores: poderão ser 2 jogadores. Um que chegar até o fim do jogo de tabuleiro e outro que adquirir maior número de pilares. (sorte e conhecimento)



DESCRIÇÕES DOS PROFESSORES E DIRETORAS



FILOSOFIA

Visando o desenvolvimento do aluno nos seus valores, as aulas de filosofia serviram para desenvolver a ética e o comportamento, que são trabalhados no 2ª e 3ª ano.
Com a pesquisa dos alunos, a confecção dos cartazes e a apresentação em grupo, trazem subdivididos aos estudantes utilizarem os ensinamentos por eles desenvolvidos no dia a dia.
O trabalho desenvolvido foi muito produtivo, onde a apresentação se tornou o ápice do evento.
As aulas de filosofia ganharam muito aprendizado com o trabalho.
Prof. Ovande



BULLYING

O presente trabalho decorre de reflexões feitas sobre bullying. Pilares do Carácter interdiciplinar nas aulas em parceria com os professores de Inglês, Português e Filosofia.
O objetivo foi analisar a situação atual, as reais dificuldades de comportamentos e atitudes de agressões verbais e físicas em respeito às diferenças e diversidades que todos podemos ocupar o mesmo espaço respeitando as diferenças.
Nas escolas, aumentou diariamente os atendimentos de agressões físicas e verbais chamando à atenção para os conflitos e desestrutura das famílias. Em relação a educação dos filhos, as famílias deixam a desejar transferido as responsabilidade para escola.

ProfªClaudete


TRABALHO SOBRE VALORES

-Conversa com a turma sobre o que são valores procurando resgatar os mesmos que foram se perdendo ao passar dos anos.
-Divisão da turma em grupos, onde cada grupo recebeu um encarte sobre um dos valores-amizade, honestidade, justiça, solidariedade, respeito, para ler, produzir um cartaz e um acróstico sobre o valor de cada grupo.
Avaliação – Apresentação dos cartazes, comentários, definição de cada valor trabalhado.

ProfªAdriana Grein

INGLÊS E PORTUGUÊS


10/11 – Bullying – Pilares do caracter
Aulas de Inglês – ProfªSandra krambeck desenvolvido juntamente da ProfªClaudete-2ª.Prof.
12/11 – Bullying – desenvolvimento trabalhos
19/11 – Bullying apresentação trabalhos escritos e videos



ProfªSandra

DIREÇÃO

Como acessoras da direção da escola, as professoras Odila e Sandreli acompanharam todas as apresentações em sala das turmas. As mesmas deram total apoio as atividades. Como estão fora da sala de aula, o contato com os alunos é mais restrito porém geral também.

Profª Odila e Proª Sandreli


INGLÊS

Primeira três e segunda oito- além de já estarem inseridas em projetos dos outros professores houve uma conversa informal, porém muito séria a respeito do bullying. Então a questão abaixo, foi incentivadora e motivadora de um debate.

Profª Viviane
De acordo com o texto:




A)Bullying não é legal, mas não afeta ninguém.
B) Qualquer pessoa pode ser vítima de bullying.
C)Bullying é um problema que só acontece na escola.
D)Bullying é algo normal na adolescencia.
E)Não há como parar o bullying.


ANEXOS

MATERIAL DE APOIO
- PILARES DO CARÁTER

SINCERIDADE: franqueza, sem dissimular; sem malícia; diz com franqueza o que sente; lisura de caráter.
RESPEITO: tratar com acatamento ou reverência; honrar; ter em consideração; cumprir; não causar dano.
RESPONSABILIEDADE: obrigação de responder por certos atos ou fatos sendo seus ou de outrem; que tem compromisso.
ZELO: cuidado
JUSTIÇA: conformidade com direito; virtude moral que inspira respeito dos direitos de outrem e que faz dar a cada um o que lhe pertence; equidade.
CIDADANIA: qualidade de cidadão e este é a pessoa que goza (desfruta) dos direitos civis e políticos de um Estado.


quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Artigo Publicado no Jornal Notícias do Dia - Escola de Caráter


Guilherme Guimbala Junior, professor, coordenador do programa Escola de Caráter advguimbala@yahoo.com.br 

Recentemente participando da 28° Semana de Estudos Jurídicos da ACE/FGG, ouvi do doutor Salo de Carvalho professor da UFRJ (Universidade do Rio de Janeiro) que o Brasil é o segundo país do mundo [...] Veja mais em: Jornal Notícias do Dia

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Apresentação do "Programa Escola de Caráter" na EEB Barão de Antonina em Mafra, SC.

EEB Barão de Antonina em Mafra, SC.

 Após as palavras de abertura proferidas pelo psicólogo Guilherme Guimbala Júnior, foi oferecido um lanche aos participantes patrocinado pela APEEJ

Orientações Sobre o Programa Escola de Caráter
Pelo Multiplicador Jorge Schemes
 

Em seguida os participantes foram divididos em grupos para a elaboração das ações afirmativas envolvendo atividades de prevenção fundamentadas em valores conforme as sete colunas do caráter, objetivando a construção de uma cultura de paz na escola.




Representantes da Escola e do Programa Escola de Caráter

Representantes do Conselho Tutelar de Mafra, SC.
Representantes do Programa Escola de Caráter

O Programa “Escola de Caráter” é uma iniciativa da APEEJ, em parceria com o Ministério Público Estadual de SC, Poder Judiciário e Secretaria de Estado da Educação. Tem como meta a construção de uma cultura de paz por meio da mediação de conflitos e a sistematização de valores. O Programa tem carga horária inicial de 20 horas e se desenvolve em 04 etapas:
1ª Etapa: Inicialização – Sensibilização e orientações para o desenvolvimento de projetos e ações preventivas às violências na escola, ou seja: Indisciplina, Bullying e Ato InfracionalNo contexto do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA.
2ª Etapa: Desenvolvimento – Elaboração e realização de um plano de ações afirmativas fundamentadas em valores por meio do protagonismo juvenil;
3ª Etapa: Monitoramento – Acompanhamento das ações afirmativas e construção de uma cultura de paz por meio da sistematização e aplicação de valores;
4ª Etapa: Encerramento – Relatórios e divulgação dos resultados.


Encerramento e Apresentação dos Resultados

Mensagem de Guilherme Guimbala Júnior
video


segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Apresentação do "Programa Escola de Caráter" na EEB Marta Tavares em Rio Negrinho, SC

PROGRAMA ESCOLA DE CARÁTER

1 IDENTIFICAÇÃO:
O Programa “Escola de Caráter” é uma iniciativa da APEEJ, em parceria com o Ministério Público Estadual de SC, Poder Judiciário e Secretaria de Estado da Educação. Tem como meta a construção de uma cultura de paz por meio da mediação de conflitos e a sistematização de valores. O Programa tem carga horária inicial de 20 horas e se desenvolve em 04 etapas:
1ª Etapa: Inicialização – Sensibilização e orientações para o desenvolvimento de projetos e ações preventivas às violências na escola, ou seja: Indisciplina, Bullying e Ato Infracional; No contexto do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA.
2ª Etapa: DesenvolvimentoElaboração e realização de um plano de ações afirmativas fundamentadas em valores por meio do protagonismo juvenil;
3ª Etapa: MonitoramentoAcompanhamento das ações afirmativas e construção de uma cultura de paz por meio da sistematização e aplicação de valores;
4ª Etapa: EncerramentoRelatórios e divulgação dos resultados.

2 JUSTIFICATIVA:
Considerando que atualmente a indisciplina no ambiente escolar, o fenômeno Bullying e o Ato Infracional são fatos concretos de violências que interferem de maneira negativa nas relações interpessoais; Considerando que a falta de limites e valores não é apenas um problema que se manifesta na escola mas também nas famílias; Considerando que os profissionais da educação se sentem reféns da indisciplina e das violências manifestadas pelo corpo discente; Considerando que o corpo docente e técnico administrativo da escola pode estar falhando nas abordagens de resolução de conflitos na escola; Considerando ainda que há uma má interpretação ou mesmo desconhecimento da sistemática proposta pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA); Considerando ainda que há casos de omissão e de violação das garantias dos direitos previstos nessa Lei se faz necessário a execução do “Programa Escola de Caráter” como alternativa de abordagem para tais problemas, para discutir e analisar tais questões e propor ações sociais afirmativas, fundamentadas em valores, tendo como estratégia de ação o protagonismo juvenil.

3 OBJETIVO GERAL:
Refletir sobre as manifestações de violências no ambiente escolar (Indisciplina, Bullying e Ato Infracional) no contexto do Estatuto da Criança e do Adolescente, bem como fornecer orientações práticas para a prevenção e a superação de tais fenômenos contemporâneos por meio de ações afirmativas envolvendo as sete colunas do caráter, ou seja: Zelo; Responsabilidade; Senso de Justiça, Respeito; Cidadania; Sinceridade; Honestidade, visando a construção de uma cultura de paz.

4 OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
  • Analisar e refletir sobre as possíveis causas da indisciplina, do bullying e do Ato Infracional e propor ações afirmativas para a superação e prevenção dessas violências.
  • Entender a diferença entre indisciplina, Bullying e Ato Infracional e realizar ações de prevenção fundamentadas nas 07 colunas do caráter.
  • Sistematizar um protocolo de ações para prevenção e atendimento em casos de indisciplina, Bullying e Atos Infracionais.
  • Entender os princípios da mediação de conflitos e aplicar as diretrizes do Estatuto da Criança e do Adolescente e outras legislações pertinentes no cotidiano da escola.
  • Promover a construção de uma cultura de paz no ambiente escolar por meio de ações afirmativas e do protagonismo juvenil.

5 META:
Construção de uma cultura de paz no ambiente escolar por meio da mediação de conflitos e a sistematização de valores, promovendo ações afirmativas por meio do protagonismo juvenil visando a prevenção e superação das violências no ambiente escolar.

6 CRITÉRIOS DE CERTIFICAÇÃO:

6.1 Ter 100% de frequência nas orientações.

6.2 Realizar as atividades e ações propostas pelo Programa Escola de Caráter.

6.3 Enviar os relatórios descritivos das ações afirmativas até a data estipulada para publicação em www.escoladecarater.blogspot.com


Apresentação do Coral com Alunos da Escola



Apresentação na EEB Marta Tavares - Rio Negrinho, SC.

Jorge Schemes

Público Presente

O Programa "Escola de Caráter" tem como referência de valores os pilares do Programa "O Caráter Conta"

Multiplicador do Programa Escola de Caráter: Jorge Schemes; Diretor da Escola: Dirceu Antunes Costa; Coordenador do Programa Escola de Caráter: Guilherme Guimbala Junior

Mais de 150 Participantes: Direção; Professores; Pais e Alunos Presentes